Nota de pesar – Jaime Sodré

Notícias |

É com profundo pesar que a Editora da Universidade Federal da Bahia (Edufba) informa o falecimento do historiador, escritor, artista plástico e músico Jaime Santana Sodré Pereira, na última quinta-feira (6), aos 73 anos. Graduado em desenho e plástica e mestre em teoria e história da arte pela Escola de Belas Artes da UFBA, Jaime Sodré era professor do Instituto Federal da Bahia (Ifba, antigo Cefet-BA) e da Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

Pesquisador da religiosidade e cultura de matriz africana na sociedade brasileira, Sodré publicou diversos livros sobre a temática, dois dos quais pela Edufba: “Da diabolização à divinização: a criação do senso comum” (2010) e “A influência da religião afro-brasileira na obra escultórica de Mestre Didi” (2006), fruto de sua dissertação de mestrado.

Ligado à Comunidade Tradicional de Terreiro do Zoogodô Bogum Malê Rundô, o famoso Terreiro do Bogum, Sodré foi um destacado defensor dos direitos dos terreiros de candomblé. Em sua obra, destacam-se o comprometimento e o engajamento pela afirmação das narrativas e trajetórias negras recorrentemente negligenciadas, razão pela qual recebeu prêmios, como o troféu Caboclo da Associação Cultural de Preservação do Patrimônio Bantu (2005), e homenagens, como a medalha Zumbi dos Palmares, da Câmara Municipal de Salvador.

Por meio desta nota, a Edufba se solidariza com todos os familiares e amigos(as) nesse momento de dor.